Afta na boca, o que fazer?

Afta na boca, o que fazer - As aftas são ulcerações de tamanho pequeno que costumam aparecer na mucosa bucal. As causas das aftas não são totalmente esclarecidas, porém acredita-se que o caráter nervoso tem grande papel no desenvolvimento delas. Por exemplo, estudantes que passam por provas muito difíceis podem ter aftas durante esse período. Mas, as aftas podem ser também geradas em casos de má digestão ou diarreias.
Afta na boca

A afta tem forma arredondada, aparência esbranquiçada e com um aureola avermelhada em volta de si.

Características das aftas

-As aftas surgem geralmente em pessoas que são saudáveis;

- As aftas comuns não são responsáveis pela geração de febres e também de mau hálito;

- As aftas não tem cura, elas vem e voltam com frequência nas pessoas que tem tendência de desenvolver;

- As aftas não são transmissíveis, ou seja, não passa de uma pessoa para outra;

- As feridas geradas pelas aftas são totalmente limpas, nelas não acumulam-se fungos e nem bactérias;

Afta Tratamento

O tratamento para afta é individual, ele visa gerar o alivio dos sintomas das mesmas, além de prevenir o aparecimento de mais aftas diminuindo a gravidade do problema.

Não há como encontrar uma remédio capaz de curar as aftas, mas alguns produtos são responsáveis por ajudar a diminuir os seus sintomas.

O bicarbonato de sódio ajuda a aliviar a dor, pois ele consegue destruir as celular nervosas responsáveis por gerar a dor. Porém, faz com que a afta demore muito mais tempo para sumir, já que destrói também os tecidos que são saudáveis na mucosa.

O própolis também pode ajudar a aliviar os sintomas das aftas, apesar de quando aplicado nas feridas ele gerar grande ardência. 

Alimentação

Pessoas que tem tendência a desenvolver aftas devem evitar consumir condimentos e frutas ácidas, e sempre que possível ajudar a combater situações de estresse e nervosismo. 

Os alimentos ácidos podem agravar a situação das aftas.

Dica

Sempre fique atento quando ocorrerem aftas, é preciso se ater aquelas que não cicatrizam e que perduram na boa durante 20 dias ou mais. Nesses casos pode haver uma outra doença que esteja usando as aftas como demonstração.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Saúde Certo © 2012 Todos os direitos reservados