Tratamentos para espinhas

As espinhas são muito comuns em adolescentes, principalmente na fase de crescimento e desenvolvimento do corpo. Elas podem ser geradas por diversos fatores, dentre eles disfunções hormonais, stress, alimentação inadequada, falta de cuidados com a pele, sedentarismo, entre vários outros.

O primeiro passo para iniciar um tratamento de espinhas é tentar descobrir o que vem causando o surgimento delas. Em casos mais graves, onde o número de espinhas ou cravos que aparecem é consideravelmente grande, é imprescindível que se procure um médico dermatologista para fazer uma avaliação do caso e indicar o tratamento ideal. Já se, o número de espinhas que aparece é baixo, o tratamento pode ser feito em casa mesmo, com o objetivo de prevenir, tratar e eliminar as espinhas.

Vídeo de como tratar espinhas 




Tratamento para prevenir as espinhas

Higiene: Para prevenir que as espinhas apareçam é de total necessidade que se controle a oleosidade da pele. O jeito mais simples de prevenir a oleosidade é fazendo uma higiene correta da pele.

É muito fácil de se encontrar no mercado produtos como sabonetes, loções e adstringentes próprios para esse fim. Lembre-se sempre de procurar aquele que é indicado para o seu tipo de pele.

Esfoliação: Esfoliar a pele com regularidade é muito importante para prevenir espinhas, pois ela faz a desobstrução dos poros entupidos. A esfoliação remove da pele as células mortas, o que permite uma limpeza mais profunda da mesma.

Tratamentos por meio de medicamentos: As espinhas podem ser tratadas com medicamento via oral, que vai depender de cada caso e deve ser prescrito por um médico. Assim como, também pode ser tratada com medicação de uso local, também indicada pelo dermatologista.

Tratamentos hormonais: Para as mulheres, o tratamento com pílulas anticoncepcionais é muito eficaz no tratamento das espinhas. Os medicamento utilizados são geralmente os que apresentam a cominação de estrogênio e progesterona. Alguns exemplos desses anticoncepcionais são o Yasmin, o Diane 35 e o gracial.

Em casos extremos

Em casos de doenças geradas pelas acnes ou desenvolvimento muito grande das mesmas, os tratamentos são específicos de acordo com cada caso e devem ser prescritos de acordo com a avaliação do dermatologista.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Saúde Certo © 2012 Todos os direitos reservados