Micose fungóide

A micose do tipo fungóide consiste em um tipo de câncer chamado de Linfoma não-Hodgkin, sendo mais específico, é o Linfoma crônico das células T. 
Micose fungóide
Micose fungóide

Este é um tipo de câncer que se inicia afetando a pele e gerando lesões que tem processo evolutivo até que consigam atingir os órgãos internos do individuo.

A micose do tipo fungóide é conhecida como uma doença traiçoeira, pois quando surge na pele em forma de erupções cutâneas elas são de diagnostico muito complicado e nesse tempo consegue se espalhar muito rapidamente pelo corpo inteiro. A biópsia feita a partir das células das úlceras que aparecem na pele, raramente conseguem diagnosticar células cancerosas.

Em pessoas que tem a micose fungóide, a pele acaba se tornando infiltrada pelas placas e nódulos compostos de linfócitos. Nos casos já mais avançados, por tumores ulcerados e ainda pode ocorrer também a infiltração desses linfonodos por células da doenças. Essa desordem pode vir a percorrer por todo o corpo, incluindo até mesmo o seu sistema gastrointestinal, o baço, o fígado e até o cérebro.

Apesar da dificuldade de diagnóstico, o mesmo só pode ser feito através do processo de biópsia feito por meio do tecido. A maior parte das pessoas identificadas com a micose fungóide tem idade superior a cinquenta anos, sua expectativa de sobrevida passa a ser de apenas dez anos.

Pesquisas indicam que pessoas de pele negra são 1.7 vezes mais afetados pela micose fungóide do que os brancos. Já as pessoas de origem asiática, apresentam um valor de 0.6 menos indícios do que os brancos.

Sintomas gerados pela micose fungóide

Os sintomas mais comuns gerados pela presença da micose fungóide no organismo são: Manchas na pele (por todo o corpo), coceiras, pele seca, descamação da pele, crescimento de nódulos e a presença de linfócitos anormais no sangue.

Tratamento da Micose fungóide

Os tratamentos para essa doença podem variar entre a tomada de medicamentos que são similares a cortisona, terapias fotodinâmicas e também quimioterapias. Nesse ultimo caso, são necessárias muitas sessões para conseguir a cura da doença, que é algo muito difícil e complicado de ser alcançado.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Saúde Certo © 2012 Todos os direitos reservados