Asma tem cura?

A asma é uma doença crônica que afeta o sistema respiratório e ainda não possui cura definitiva. Porém, a mesma pode ser tratada e controlada a partir do uso de medicamentos. 

Esses medicamentos devem sempre ser prescritos pelo médico e serem utilizados em conjunto com uma série de cuidados para prevenção das crises asmáticas. Dentre esses cuidados está, por exemplo, evitar o contato com os agentes que são considerados os causadores da doença, tais como pelos de animais, poeira, etc.

As pessoas portadoras da asma, ou então asmáticos, devem ser acompanhados de um pneumologista e ao menos uma vez por ano devem realizar um exame de espirometria, que verifica a capacidade respiratória e sua evolução. Quando se identifica que o remédio/tratamento utilizado não gerou progressão, é a partir de então que se opta pela substituição do mesmo.

Em casos mais graves, onde os pacientes chegam a ter até duas crises asmáticas em uma mesma semana, os sintomas podem ser controlados a partir do uso de vacinas que funcionam contra a poeira, os ácaros, os pelos de animais e outras coisas que provocam a asma.

Tratamento e remédio para asma


Os tratamentos para a asma são feitos a base do uso de medicamentos com função anti-inflamatória, em geral esteroides inalatórios. Também por aqueles que realizam manutenção e broncodilatadores que são em geral os que contém beta-2-adrenérgicos inalatórios com efeito rápido, que tratam as crises. A asma crônica ainda conta com outros medicamentos como os antileucotrienos.

Os tratamentos a base de medicamentes via inalatória possuem a vantagem de se obter um efeito maior quando se fala em repercussões sistêmicas, esses medicamentos geralmente são nebulizadores e aqueles conhecidos aerossóis dosimetrados, chamados popularmente de bombinhas.

Além de utilizar medicamentos para o fim de tratamento da asma, os pacientes precisam manter-se sempre bem nutridos, descansar, realizar algum tipo de atividade física regularmente e que colaborem para o seu bem-estar. 

Tudo isso, conciliado com cuidados comuns em casa como encapar sempre os colchões e travesseiros, lavar ao menos uma vez por semana a roupa de cama, sempre retirar carpetes, cortinas e tapetes, evitar o convívio com animas domésticos e deixar o ambiente sempre bem ventilado.

Todos esses fatorem colaboram de forma positiva para controlar a doença.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Saúde Certo © 2012 Todos os direitos reservados