Dexametasona Pomada – Posologia - Contraindicações

A dexametasona é um medicamento que pertence a classe dos conhecidos corticosteroides, ela tem a função de atuar no controle da velocidade em que ocorre a síntese das proteínas. Seu principal efeito e alterar a resposta imune linfocitária, que ocorre por conta da sua ação anti-inflamatória e também imunossupressora, que pode evitar e tratar processos inflamatórios que tenham origem em diferentes naturezas.

A dexametasona versão creme tópico pode ser facilmente encontrada em qualquer farmácia ou drogaria em bisnagas de 15 gramas.

Posologia e administração da dexametasona pomada

A pomada deve ser aplicada sobre a área afetada com um camada fina de três até quatro vezes por dias. Podem ser utilizados curativos oclusivos em casos de controle de doenças como psoríase ou em condições recalcitrantes, mas isso deve ser feito por um profissional com competência no assunto. As aplicações sempre devem ser feitos sob orientação de um médico responsável.


Dexametasona Indicação

A pomada de dexametasona é indicada para casos onde haja a necessidade de aliviar processos e manifestações inflamatórias, casos de alergias e prurídicas de dermatoses que sejam suscetíveis aos corticosteróides. 

É indicada para tratar diversas formas de dermatoses, prurido anogenital inespecífico, dermatoses de tipo alérgicas como dermatites de contato, dermatite atópica. Além de neurodermatites, pruridos com liquenificações, dermatite do tipo eczematóide, eczemas alimentares, ecazemas infantis, dermatite seborreica, dermatite actínica, miliária, impetifo, picadas de insetos, queimaduras geradas por exposição solar exagerada, otite externa e muito outros casos. Lembrando que em todos esses casos a pomada de dexametasona é um auxilar nos tratamentos e jamais substitui os tratamentos normais.

Dexametasona Contraindicações

O medicamento não pode ser aplicado em casos de presença de tuberculoses da pele, de varicelas, de infecção por fungos e casos de herpes simples. Também não se deve utilizar em paciente que apresentam hipersensibilidade a corticoides. Também não pode ser aplicada na região do ouvido quando houver casos de perfuração da membrana do tímpano.

Devido a presença de corticosteroides podem ocorrer alguns efeitos colaterais como a sensação de ardor, de coceira, de irritações no local aplicado, de secura da pele, foliculite, erupções acneiformes, hipertricose, hipopigmentação, maceração da pele, estrias na região aplicada, miliária e dermatite de contato.


0 comentários:

Postar um comentário

 
Saúde Certo © 2012 Todos os direitos reservados